sábado, 10 de agosto de 2013

FILARMÔNICA SÃO TOMÉ TOCA NO I SEMPED/REGIÃO POTENGI


FILARMÔNICA SÃO TOMÉ TOCA NO ANIVERSÁRIO NATALÍCIO DOS 90 ANOS DE PE. PIERRE


BANDA DE FLAUTA DOCE RECORDARI TOCA EM EVENTO DA REDE FEMININA REGIONAL DE COMBATE AO CÂNCER

A BANDA DE FLAUTA DOCE RECORDARI PARTICIPOU DO EVENTO DA REDE FEMININA REGIONAL DE COMBATE AO CÂNCER/SÃO TOMÉ-RN, O GRUPO EMOCIONOU A TODOS OS PRESENTES AO TOCAR O HINO DA REDE FEMININA CONTRA O CÂNCER.

AJAC DESENVOLVE PROJETO CONCERTOS DIDÁTICOS


Visando a formação cultural de crianças, adolescentes e jovens da cidade de São Tomé/RN, a Filarmônica São Tomé realizará o projeto Concertos Didáticos, como forma de contribuir para as ações educativas extraclasse das escolas da rede pública do município. 
Alunos das escolas da rede municipal e estadual de ensino vão ser beneficiados com o referido projeto, que tem como objetivos :  Fomentar a apreciação musical e a formação de plateia,  Permitir que crianças e adolescentes iniciem no mundo da música e Viabilizar apresentações da Filarmônica São Tomé nos espaços escolares.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

ABERTAS INCRIÇÕES PARA AULAS DE RABECA

A ASSOCIAÇÃO DE JOVENS AÇÃO E CIDADANIA EM PARCERIA COM O BANCO DO NORDESTE ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUE DESEJAREM PARTICIPAR DAS AULAS DE RABECA. AS MESMAS TRATAM-SE DO PROJETO RABECANDO NO PONTO. AS INSCRIÇÕES PODEM SER FEITAS NA SEDE DA ASSOCIAÇÃO. VAGAS LIMITADAS. 

BANDA DE FLAUTA DOCE RECORDARI SE APRESENTA PARA CRIANÇAS DO JEBA


A FLAUTA DOCE É UM ÓTIMO INSTRUMENTO PARA INICIAÇÃO MUSICAL DAS CRIANÇAS, ASSIM COMO É INDICADO PARA TODAS AS IDADES.
O OBJETIVO DA APRESENTAÇÃO É TRAZER AO PÚBLICO QUE SE INTERESSA POR BOA MÚSICA OS VÁRIOS RITMOS MUSICAIS QUE O GRUPO EXECUTA COTIDIANAMENTE E ASSIM PROPORCIONAR UMA OPÇÃO DE LAZER ALTERNATIVA E O MAIS IMPORTANTE É LEVAR ALEGRIA PARA AS CRIANÇAS.
 A IDEIA PRINCIPAL DA APRESENTAÇÃO É O ATO SOLIDÁRIO DE APRESENTAR ÀS CRIANÇAS DO JEBA UM CONCERTO FEITO COM CARINHO E AMOR.


quinta-feira, 11 de julho de 2013

PONTO DE CULTURA REALIZA APRESENTAÇÃO DA ORQUESTRA DE VIOLÃO PARA CRIANÇAS

AS CRIANÇAS DO JARDIM ESCOLA BRINCANDO E APRENDENDO ATRAVÉS DO PROJETO UMA VAMOS AO PONTO DE CULTURA, PRESTIGIARAM A APRESENTAÇÃO DA ORQUESTRA DE VIOLÃO "AS VIOLAS DO MEU SERTÃO". DURANTE A APRESENTAÇÃO AS CRIANÇAS INTERAGIRAM COM OS MÚSICOS E OUVIRMA E CANTARAM DIVERSAS MÚSICAS.




CINE CLUB POTENGI RECEBE ALUNOS JARDIM ESCOLA BRINCANDO E APRENDENDO

CINECLUBISMO ALIADO À EDUCAÇÃO LEVA EXIBIÇÕES DE FILMES E DEBATES PARA DENTRO DO  AMBIENTE ESCOLAR. EXPERIÊNCIAS AUDIOVISUAIS TÊM RESULTADOS POSITIVOS NO DESENVOLVIMENTO ESCOLAR DE CRIANÇAS, PROPORCIONANDO AS CRIANÇAS O CONTATO COM O MUNDO DO CINEMA.
VISANDO  ATINGIR ESSES OBJETIVOS O CINECLUBE POTENGI DA AJAC, REALIZOU PARCERIA COM O JARDIM ESCOLA BRINCANDO E APRENDENDO, POR INTERMÉDIO DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA PROPORCIONANDO AS CRIANÇAS DAQUELA UNIDADE ESCOLAR UM CONTATO COM O MUNDO AUDIOVISUAL






terça-feira, 2 de julho de 2013

Prorrogado Programa Mais Cultura nas Escolas

Programa Mais Cultura nas Escolas

Os ministério da Cultura e da Educação, prorrogaram para até 10 de agosto, o prazo para as inscrições no Programa Mais Cultura nas Escolas. O Programa, desenvolvido em parceria pelo dois ministério, está recebendo inscrições de todo o país de projetos de atividades culturais que serão desenvolvidas em parcerias com escolas públicas que integram os Programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador do Ministério da Educação.
O Programa, que terá investimento de R$ 100 milhões em 2013 para financiar 5 mil projetos, prevê o desenvolvimento das atividades - que poderão acontecer dentro ou fora da escola - durante o ano letivo, por no mínimo 6 meses. Cada projeto terá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil de recursos, calculados conforme o número de alunos matriculados na escola. O recurso deverá ser investido na  contratação de serviços culturais relacionados às atividades artísticas e pedagógicas.
O Mais Cultura pretende potencializar processos de ensino e aprendizado por meio da democratização do acesso à cultura e da integração de práticas criativas e da diversidade cultural brasileira à educação integral.
Inscrições
Todas as escolas públicas do Mais Educação e Ensino Médio Inovador, contempladas em 2012, além de artistas e iniciativas culturais, poderão inscrever e enviar projetos do Mais Cultura nas Escolas via SIMEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação) -http://simec.mec.gov.br/ <http://emkt.entrelinhasnaweb.net/emkt/tracer/?2,1412029,77a22bf8,a5e1,1>  . O processo de avaliação será conduzido pelo MinC e pelo MEC.

Webconferências
Com o objetivo de esclarecer dúvidas e ajudar no processo de inscrições e adesão ao Programa Mais Cultura nas Escolas, o Ministério da Cultura está realizando uma série de webconferências. As duas primeiras foram realizadas no último dia 27 e teve como público alvo os Pontos de Cultura e os museus, que integram os segmentos e atividades culturais que poderão ser desenvolidas fora da escolas.
A próxima webconferência será realizada no dia 08 de julho e será dirigida aos secretários de Cultura e Educação dos governos estaduais e municipais. A expectativa é que cerca de 200 secretários participem do evento.
E finalmente, no dia 11, a partir das 14h30, o Ministério da Cultura fará uma webconferência com a participação de toda a sociedade civil, incluindo artistas das várias áreas da cultura, mestres e mestras da cultura popular, brincantes, gestores de espaços culturais, pontos de memória, pontos de cultura, entidades e fóruns representantivos de segmentos da cultura.
O Link das webconferências será disponibilizado, na data e horário programados, pelo banner do Mais Cultura nas Escolas no site do MinC. 

segunda-feira, 27 de maio de 2013

MinC e MEC lançam Mais Cultura nas Escolas

Programa promove o encontro entre iniciativas culturais e projetos pedagógicos ampliando a formação de estudantes no ensino público
Para expandir a formação básica de brasileiros e brasileiras além dos muros escolares e ampliar o repertório de formação cultural de estudantes, professores e comunidades escolares, o Ministério da Cultura (MinC) e o Ministério da Educação (MEC) lançaram, na tarde desta terça-feira (21/05), o Mais Cultura nas Escolas. O Programa vai possibilitar a artistas e iniciativas culturais a elaboração de projetos em parceria com escolas públicas, em todo o país, dialogando com suas propostas pedagógicas. As atividades serão desenvolvidas dentro ou fora da escola durante o ano letivo, por no mínimo 6 meses e no máximo dez.
O programa, que investirá R$ 100 milhões em 2013 para financiar 5 (cinco) mil projetos, é uma parceria entre os dois ministérios que visa potencializar processos de ensino e aprendizado por meio da democratização do acesso à cultura e da integração de práticas criativas e da diversidade cultural brasileira à educação integral.
Segundo a ministra Marta Suplicy, a intenção é inserir a Cultura no cotidiano dos alunos de forma a criar uma integração com a comunidade. "Queremos que os agentes culturais que vivem nas proximidades das escolas as procurem, em todos os cantos do Brasil. Quem vai decidir quem pode ou não entrar são os diretores, mas o mais interessante é dar incentivo e apoiar esses produtores de Cultura a ir adiante, aprimorar a sua arte passando isso aos estudantes", afirmou a ministra.
Cada um dos contemplados vai dispor de valores entre R$ 20 mil e R$ 22 mil. Os valores serão repassados diretamente às escolas via PDDE/ FNDE (Programa Dinheiro Direto na Escolas/ Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação).
Estão aptas a se inscrever 34 mil escolas da rede pública de todo o país, ativas nos Programas "Mais Educação" e "Ensino Médio Inovador" (MEC). Todos os projetos receberão pareceres de especialistas referentes à qualidade cultural e serão homologados por comissão interministerial.
Os projetos culturais serão orientados por eixos temáticos propostos pelo Mais Cultura nas Escolas, voltados, entre outros temas, para a criação e circulação de teatro, audiovisual, música, dança, artes visuais, circo; diálogos com tradições orais, culturas indígenas e cultura afrobrasileira; residência e experimentação artística nas escolas; atividades em museus, pontos de cultura, cinema e outros espaços culturais.
Inscrições
Todas as escolas públicas do Mais Educação e Ensino Médio Inovador, contempladas em 2012, além de artistas e iniciativas culturais, poderão inscrever e enviar projetos do Mais Cultura nas Escolas via SIMEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação) - http://simec.mec.gov.br/ . O processo de avaliação será conduzido pelo MinC e pelo MEC.
Universidade das Artes
Durante o lançamento do Programa Mais Cultura nas Escolas também foi anunciada a criação de um Grupo de Trabalho (GT) com representantes dos dois ministérios para elaborar o projeto da Universidade das Artes, uma instituição de ensino que formará profissionais das artes e da cultura voltados ao desenvolvimento da Economia Criativa.
 O grupo terá 100 dias para elaborar o projeto da nova universidade, que deverá ser instalada em um município selecionado por meio de edital público. A coordenação do GT ficará a cargo do assessor especial do Ministério da Educação (MEC), Márcio Meira.  A Secretaria da Economia Criativa (SEC) e a Diretoria de Educação e Comunicação para a Cultura da Secretaria de Políticas Culturais (SPC) do Ministério da Cultura integram o grupo.
A Universidade das Artes deverá contemplar a produção cultural em sentido amplo, englobando áreas como design, moda, gastronomia, cinema, audiovisual, artes plásticas, visuais e digitais e literatura entre outras.
A secretária da Economia Criativa, Cláudia Leitão, ressalta que a nova universidade incluirá, também, áreas ainda não atendidas pelo ensino superior e dará ao profissional da cultura uma qualificação em "nível internacional". Segundo ela, a demanda por esses profissionais é "crescente" no mundo.
"Isso é revolucionário, é o Brasil colocando os dois pés no século 21, formando e capacitando seus artistas, produtores, gestores públicos e privados e empreendedores das áreas criativas", afirma.
Para o secretário substituto de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, Américo Córdula, o projeto é uma iniciativa louvável do Mec mostrando que essa parceria educação e cultura vem consolidar um caminho duradouro.
A diretora de Educação e Comunicação da SPC, Juana Nunes, lembrou que a Universidade das Artes contribuirá consideravelmente para o alcance da meta 16 do Plano Nacional de Cultura.A meta prevê um aumento, até 2020, em 200% de vagas de graduação e pós-graduação nas áreas de conhecimento relacionadas às linguagens artísticas, patrimônio cultural e demais áreas da cultura.
Texto: Ascom MinC
Fotos: Elisabete Alves / Ascom MinC


RECITAL DE MAGNUS ZACARIAS


quarta-feira, 1 de maio de 2013

Prêmio Funarte de Concertos Didáticos

INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 2 DE MAIO DE 2013
A Funarte publicou portaria que institui o Prêmio Funarte de Concertos Didáticos (2013), no dia 18 de março de 2013, segunda-feira, no Diário Oficial da União – Seção 1 – pág. 34.
O edital é direcionado à realização de concertos didáticos em diferentes escolas da rede pública, por duos, trios, quartetos quintetos ou sextetos, vocais e/ou instrumentais, e/ou conjuntos corais. Os grupos podem ser formados por músicos brasileiros ou radicados no país há, no mínimo, dois anos.
Cada contemplado receberá um prêmio no valor de R$ 23.500,00 (sujeito à tributação prevista em lei). A Funarte direcionou um valor total de R$ 1 milhão para este edital.
Podem participar da seleção pessoas jurídicas com ou sem fins lucrativos. Eles podem concorrer com até três projetos, com músicos e repertórios diferentes, dos quais apenas um será selecionado. O repertório deverá incluir, pelo menos, um terço de obras de compositores brasileiros. O projeto deve prever, no mínimo, oito apresentações para duos, ou seis para quartetos, quintetos, sextetos e conjuntos corais. Os concertos devem ser realizados até o dia 10 de outubro de 2013.
A seleção dos projetos ficará a cargo de uma comissão de cinco membros, com reconhecida atuação na área da música, coordenada pelo Centro da Música da Funarte e será baseada nos critérios gerais norteadores publicados no edital. São eles: qualidade e excelência dos projetos; qualificação dos profissionais envolvidos; presença de música brasileira; e clareza dos objetivos e viabilidade de execução da proposta.
Acesse ao lado o edital, a ficha de inscrição e demais documentos, na coluna “Arquivos Relacionados”
Mais informações
Centro da Música da Funarte (Cemus)
Coordenação de Música Erudita
E-mail: classicos@funarte.gov.br

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Rede Estadual dos Pontos de Cultura do RN


1º FESTIVAL DE MÚSICA CATÓLICA

1º FESTIVAL DE MÚSICA CATÓLICA "UMA CANÇÃO PARA SANTA RITA" - ADENDO SUBSTITUTIVO DO REGULAMENTO



A Comissão organizadora com intuito de proporcionar um maior incetivo aos que desejam participar do 1º Festival de Música Católica "Uma Canção para Santa Rita", resolve alterar alguns artigos do regulamento do festival, principalmente o que concerne ao período de inscrições e a premiação. 
Segue abaixo o texto integral do ADENDO DO REGULAMENTO DO 1º FESTIVAL DE MÚSICA CATÓLICA "UMA CANÇÃO PARA SANTA RITA":
ADENDO SUBSTITUTIVO DO REGULAMENTO DO
1º FESTIVAL DE MÚSICA CATÓLICA “UMA CANÇÃO PARA SANTA RITA”
Em substituição ao Art. 4º:
DAS INSCRIÇÕES
I – Prazo: 04 de Fevereiro a 05 de Abril de 2013.
II – As inscrições deverão ser efetuadas presencialmente, na Secretaria Paroquial da Igreja Matriz de Santa Rita Cássia, em Santa Cruz – RN.
III – Será cobrada uma taxa simbólica de R$5,00 (Cinco reais) por música inscrita.
IV – Cada candidato pode inscrever até 02 (duas) canções, sozinho ou em parceria, sendo que apenas 01 (uma) poderá ser classificada para a segunda etapa. Em caso de duas músicas, as inscrições devem ser feitas separadas. A mesma música não pode ser inscrita mais de uma vez. O controle das inscrições terão como base o número do CPF do(s) compositor(es) e cada CPF poderá ser registrado no máximo 02 (duas) vezes.
V – Não haverá restrições quanto ao gênero musical;
VI – As composições concorrentes deverão ser originais e inéditas, tanto na melodia quanto na letra (entendendo-se por inédita, a música que não foi gravada comercialmente e, como original, a que não contiver plágio, adaptação ou citação poética de outros autores).
VII – As canções deverão conter elementos históricos e religiosos sobre Santa Rita de Cássia;
VIII – É vedada a participação neste concurso de membros da comissão de julgadora e músicos da banda do festival.
IX – No ato da inscrição, o(s) autor(es) da(s) composição(ões) autoriza(m) automaticamente a liberação dos direitos autorais, de imagem e transmissão de voz pela Paróquia de Santa Rita de Cássia, em qualquer meio, seja ele impresso, eletrônico, cd ou audiovisual, para todas as finalidades que guardem relação com o 1° FESTIVAL DE MÚSICA CATÓLICA “UMA CANÇÃO PARA SANTA RITA”.
X – Serão consideradas válidas as inscrições que apresentarem obrigatoriamente os seguintes materiais:
•   Ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada. A pessoa responsável pela inscrição deve ser o autor ou um dos autores da música.
•  Um CD contendo a gravação da música inscrita, em voz e piano ou voz e violão, em formato WMA ou MP3, identificado apenas com o nome da música. Qualquer irregularidade, ou mesmo má qualidade do CD poderá desclassificar a canção;
•  03 (Três) cópias digitadas, impressas em papel A4, apenas com título da canção e a letra da canção na íntegra, idêntica ao material gravado.
XI – O material supracitado, exceto a ficha de inscrição, deverá ser entregue em envelope lacrado, contendo apenas o nome da canção. O material apresentado não será devolvido.
XII – Cada música receberá um número de protocolo que servirá como identificação das músicas que serão encaminhadas à comissão julgadora. Os jurados não terão acesso ao nome dos autores.
Em substituição ao Art. 5º:
DA SELEÇÃO
            I - Dentre as músicas inscritas, serão selecionadas 10 músicas finalistas através do voto de uma Comissão Julgadora, composta por 3 jurados.
II - Informações sobre as canções classificadas como finalistas no processo de triagem estarão disponíveis a partir do dia 10 de Abril de 2013 no site informativo do concurso:http://umacancaoparasantarita.blogspot.com.br/ e pelo telefone (84) 3291-2112
III - Somente as 10 músicas selecionadas serão comunicadas por telefone, email e/ou correspondência oficial.
IV -  O mesmo autor, mesmo que em parceria, só pode classificar apenas (01) uma música na etapa final do festival.
Em substituição ao Art. 7º:
DA PREMIAÇÃO
            I – As dez canções selecionadas para a segunda etapa comporão o cd “Canções para Santa Rita”, com tiragem mínima de 1.000 cópias. Os três primeiros colocados receberão:
1º Lugar – Prêmio em dinheiro no valor de R$ 1.000,00
2º Lugar – Prêmio em dinheiro no valor de R$    700,00
3º Lugar – Prêmio em dinheiro no valor de R$    500,00
   
Em substituição ao Art. 10º:
DO CRONOGRAMA
     PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 04 de Fevereiro a 05 de Abril de 2013
     RESULTADO DA ETAPA ELIMINATÓRIA: 10 de Abril de 2013
     APRESENTAÇÃO AO VIVO: 19 de Maio de 2013
     LOCAL DA APRESENTAÇÃO: Pátio da Matriz de Santa Rita
Santa Cruz, 23 de Março de 2013
Pe. Vicente Neto da Silva
Coordenador Geral do Festival
Camilo Henrique Dantas Soares
Coordenador Artístico do Festival